↑ Retornar para Quem somos

Imprimir Página

Vice Província Redentorista de Fortaleza

A pedido de Dom Alano Du Noday, bispo de Porto Nacional, no ano de 1960 chegam em terras brasileiras, vindos da Irlanda, os primeiros Missionários Redentoristas da Vice-Província de Fortaleza. Eram eles: Pe. Jaime Collins, Pe. João Myers, Pe. Miguel Kirwan e Pe. Tiago McGrath.

Esses pioneiros foram acolhidos para o aprendizado da língua pelos confrades da Província de São Paulo, no convento de Goiânia. A sugestão foi do Provincial de São Paulo, por se tratar da capital do Estado onde iriam realizar a Missão. Permaneceram em Goiânia durante três meses, partindo para Pedro Afonso em agosto de 1960.

A Vice-Província Redentorista de Fortaleza comemorou seus cinqüenta anos no dia 05 de fevereiro de 2012. A Missão iniciada em Pedro Afonso, então Estado de Goiás, passa a Vice-Província, agora com sede em Fortaleza, no Estado do Ceará, no dia 05 de fevereiro de 1962. O primeiro Superior Vice-Provincial foi o Pe. Jaime Collins. Em Fortaleza, os Missionários Redentoristas assumiram a Paróquia de São Raimundo Nonato.

O período de expansão da Vice-Província se dá entre 1963 e 1966. Em fevereiro de 1963 a Paróquia São José Operário, em Paraíso do Norte de Goiás, é entregue aos Redentoristas. E no mesmo ano o bispo de Iguatu, no Ceará, dom José Mauro, solicita a presença dos Missionários em sua diocese, pois segundo ele “a cidade está se desenvolvendo e já consta de 20 mil habitantes”. Sua pretensão é de elevar a capela de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro à matriz e entregá-la aos cuidados dos Missionários Redentoristas. O que aconteceu em setembro de 1964.

Ainda em 1964 o Governo Geral da Congregação decide desmembrar o Estado do Piauí da Vice-Província de Manaus e incorporá-lo juridicamente a Vice-Província de Fortaleza. Com essa decisão do Governo Geral, a Paróquia de São José Operário em Teresina passa aos cuidados da Vice-Província de Fortaleza em Maio de 1965. No ano seguinte, em dezembro de 1966, se dá a fundação da casa em Parnaíba, também no Piauí. A vice-Província de Fortaleza assume a Paróquia Nossa Senhora de Fátima.

O ano era 1978. A Vice-Província dá mais um passo rumo à construção da Identidade Redentorista em Fortaleza. O Pe. Eduardo Gowing é liberado com tempo integral para a missão inserida no Conjunto Palmeiras, tendo como companheiro o Pe. Jacó Duggan. O conjunto Palmeiras surge em 1974, distante 20 km do centro de Fortaleza e com aproximadamente 20 mil habitantes. Hoje, 50 anos depois, a Vice-Província de Fortaleza se encontra nos Estados do Piauí, Maranhão, Ceará e começando uma experiência na Àfrica. Conta com 45 Missionários professos e 10 fundações.

Link permanente para este artigo: http://www.redentoristasfortaleza.org.br/quem-somos/missionarios-leigos